Categorias



Educação ambiental capacita quase 5 mil munícipes

20/12/2018 - Publicado por: Emerson Gonçalves - Categoria: Meio Ambiente - Tags: educação ambiental

Ação da Fujama ocorreu junto a escolas e empresas e teve como um dos focos principais, a preservação de espécies da fauna e flora nativa

Recentemente, o presidente da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama), Normando Zitta, divulgou números no qual apontava que o número de animais silvestres resgatados e devolvidos à natureza – num total de 223 espécimes - havia aumentado em quase 100% em relação a 2017. Zitta atribuiu o fato a dois fatores: o primeiro ao fato da comunidade estar ciente que hoje Jaraguá do Sul dispõe de um serviço para recolher esses seja por equipes da própria Fujama (durante dias úteis) ou dos Bombeiros Voluntários (em fins de semana e feriados).

No entanto, o que chamou a atenção na fala do presidente da Fujama foi justamente o segundo fator: educação ambiental. “Hoje, nossos biólogos, no momento da captura, explicam para as pessoas que fizeram o chamado e para seus vizinhos qual a importância daquele animal para o equilíbrio do ecossistema”, explicou Normando Zitta.

Por outro lado, este tipo de conscientização não se restringe a momentos esporádicos como esse. Segundo o biólogo e coordenador deste trabalho na Fujama, Christian Raboch, esta ação foi muito mais além. “Somente este ano em trabalhos como palestras, trilhas e até participações em Sipats (semanas de prevenção a acidentes de trabalho) de empresas foram capacitadas 4.774 pessoas em educação ambiental”, destacou Raboch. Boa parte foi desenvolvida em escolas do Município, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

Mudas e exposição -  Além disso, a Fujama distribuiu durante este ano 6.532 mudas de árvores frutíferas e coordenou trabalhos como o restabelecimento de mata ciliar em pontos importantes de afluentes que cortam a cidade como Jaraguá e Itapocu.

Estudantes da Rede Municipal de Ensino e comunidade em geral também puderam conhecer um pouco mais da fauna local por meio de uma exposição itinerante de animais taxidermizados. “Acreditamos que, ao todo, cerca de 10 mil pessoas visitaram esta mostra. Na grande maioria crianças com as quais nossos técnicos também interagiram explicando os costumes e hábitos de cada uma daquelas espécies e a importância de preservá-las”, explicou Christian Raboch.

Tanto o biólogo como Normando Zitta reconhecem que há muito a ser feito, mas já percebem que a uma mudança de pensamento da população. “Só o fato de você nos chamar para recolher uma cobra ou outro animal ao invés de simplesmente matá-lo já demonstta uma mudança de cultura. E o fato de espécies raras serem flagradas em câmeras de vigilância em áreas de preservação também é um indicativo que, aos poucos, estamos contribuindo para a melhora do nosso meio ambiente”, observou o presidente da Fujama.

 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000