Categorias



Dia de campo conclui 2ª etapa do Programa Cinturão Verde

06/12/2018 - Publicado por: Emerson Gonçalves - Categoria: Agricultura - Tags: cinturao verde


Agricultores tiveram aula prática de como montar uma estufa para cultivo protegido na região do Ribeirão Cavalo

Acostumados a acordar bem cedo para a rotina de trabalho em suas propriedades rurais, cerca de 18 agricultores tiveram um bom motivo para sair da cama na manhã desta quinta-feira (6): o primeiro Dia de Campo do Programa Cinturão Verde, ocorrido na propriedade de Pedro Jamoski Filho, na região do Ribeirão Cavalo. Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural e Abastecimento da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Daniel Peach, os participantes tiveram a oportunidade de aprender na prática como montar a estufa para cultivo protegido - principal foco do programa - bem como todos procedimentos e cuidados que isso envolve.

“Lançado em 2017, essencialmente o Cinturão Verde é dividido em três etapas. A primeira foi a capacitação dos agricultores que se credenciaram para esta iniciativa. Agora estamos concluindo a segunda etapa que é, justamente, a entrega dos equipamentos que são as estufas”, afirmou Peach.

O secretário acrescenta que este ano foram entregues 18 estufas de tamanhos variados – entre 145 e 50 metros – e que em 2019 devem ser repassadas outros 21 equipamentos. “Ou seja, daí teremos 39 propriedades rurais contempladas pelo programa.

A partir de janeiro do próximo ano será iniciada a fase da montagem da irrigação das estufas e a orientação e assistência técnica quanto a questão do plantio, do cultivo e a colheita. “Além da organização do grupo de produtores, o que é mais importante.

Como foi comentado durante o Dia de Campo a grande preocupação dos agricultores é justamente como comercializar os produtos originários nessas estufas. “Aí vem a terceira etapa dese projeto que é a comercialização. Vamos reunir o grupo e vamos orientá-los da melhor forma possível de que maneira comercializar, o que produzir, diversificar a produção para poder obter êxito neste processo”, adiantou o secretário de Desenvolvimento Rural.

Para Daniel Peach o Cinturão Verde é, antes de tudo, um projeto de governo. “Um projeto que o prefeito Antídio Lunelli nos cobra, mas também nos dá estrutura. Prova disso, que no próximo dia 14, vamos adquirir mais um trator novo, através de licitação, de um repasse da Câmara de Vereadores. Então dá para ver que essa administração está apoiando a agricultura da melhor maneira possível.”

Para o produtor e anfitrião Pedro Jamoski o programa chega em boa hora. “É interessante porque incentiva principalmente a agricultura familiar. Hoje em dia a gente vai no mercado e compra pelos olhos, quer um produto natural. Então nossa meta é justamente essa, um produto natural de qualidade”, observou. Ele utilizará o local para o cultivo de hortaliças.

Já outro agricultor, Nivaldo Schwarz, do bairro Nereu Ramos, destacou a importância da assistência técnica no dia a dia da propriedade rural. “Não é só você plantar, arrancar, colher e vender. Nós temos que ter produto e para você ter um produto bom tem que ter um pouco de auxílio dos técnicos agrícolas. Para saber preparar o terreno, adubar, fazer análise de terra, enfim para evitar fazer alguma cosia errada”, argumentou.




 




Jaraguá do Sul - SC - CNPJ: 83.102.459/0001-23 - Rua Walter Marquardt, 1111 - Barra do Rio Molha - 89259-565 - Caixa Postal 421 - Fone: (047) 2106-8000